Markus em lance do jogo entre Palmas x Náutico, em Recife - Divulgação

O dia 12 de maio de 2004 é uma data especial na história deste goleiro que entrou com a camisa número 1 no lugar do titular Leandro Lopes, suspenso pelo terceiro cartão amarelo nas quartas de final da Copa do Brasil diante do 15 de Novembro de Campo Bom (RS). Estamos falando do goleiro Markus, ainda jovem vindo da base do Palmas. Mas naquela partida assumiu uma enorme responsabilidade, pois, além de jovem, iria enfrentar o time sensação da Copa do Brasil daquele ano – o 15 de Novembro, até então comandado pelo desconhecido técnico Mano Menezes – hoje nome consagrado de treinadores do País no comando do Cruzeiro.

História
Markus e Rubens eram os reservas imediatos de Leandro Lopes. Com a suspensão do titular, o técnico Carlos Magno teria que optar por um dos dois. Nos bastidores diziam que Carlos Magno não colocou Rubens, mais experiente que Markus, porque o arqueiro não enxergava direito à noite. Mas Markus colocou um ponto final nesta história dizendo que isso nunca aconteceu. “Pensava que seria o Rubens por ser mais experiente. Na verdade teve um treino em Novo Hamburgo, e o Carlos Magno definiu ali que eu jogaria. Me chamou para conversar e disse que seria o titular. Foi isso que aconteceu”, explica Markus.

Markus em lance do jogo |Palmas 0 x 1 Atlético (MG) pela Copa SP de 2005

Como chegou no Palmas
Em 2004, Markus disse que veio para no Palmas por indicação de um ex-jogador que jogou pelo Tricolor chamado Cristian. Segundo Markus, ele foi jogar em Goiânia e como tinha amizade com ele me indicou para integrar as categorias de base do Palmas. “Fui aceito no clube e vim jogar no Palmas desta maneira”, disse Markus lembrando que já no primeiro ano no Tricolor chegou a jogar duas partidas de titular no Campeonato Tocantinense. No ano seguinte, não só ele, mas o time de Juniores do Palmas fez uma boa participação na Copa São de Juniores ganhando do Palestra de São Bernardo do Campo (SP) e, apesar de perder para o Atlético Mineiro por 1 x 0, e empatar com o Atlético Paranaense por 0 x 0, foram muito elogiados.

Feras
Markus lembra ainda, que além do jogo contra o 15 de Novembro de Campo Bom (RS), no ano seguinte foi titular na Copa do Brasil contra o Náutico (PE) . “Participei da melhor time da história do Palmas. Ao meu lado tinha jogadores como Ferdinando, Valdo, Moacri, Leandro Lopes, entre outras feras”, comentou o ex-goleiro do Palmas.

Por onde anda Markus… (Cadê você)
Depois de ter vestido a camisa do Palmas, onde disse que foi um dos melhores lugares de sua história como jogador profissional, atuou no ano seguinte no futebol Goiano e Brasiliense, onde foi campeão Candango pelo Brasília, em 2013. Hoje Markus trabalha no Atlético Goianiense como treinador de goleiros (foto) da base do Dragão.

A imagem pode conter: 14 pessoas, incluindo Markus Vinicius Rocha Cosse, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

Resultado de imagem para goleiro Markus do palmas

, Sady Schmidt – Campo Bom, RS

O 15 de Novembro bateu o Palmas por 3 a 0, no Sady Schmidt, valendo pela Fase Quartas de Final da Copa do Brasil 2004. Os gols foram marcados por Bebeto Oliveira, Canhoto e Tiago Belmonte.

Ficha técnica

XV de Novembro: Marcelo Pitol; Luiz Oscar, Jairo Santos, Patrício e Canhoto; Edmílson, Perdigão, Gérson Lente e Maico Gaúcho; Tiago Belmonte, Bebeto Oliveira e Carazinho. Técnico: Mano Menezes.
Palmas: Markus; Mazinho, Moacri, Neuran e Eudes (Renatinho); Ferdinando, Quezado (Souza) e Valdo; Núbio (Arsmar) e Joãozinho. Técnico: Carlos Magno.

2004 – Quartas de final

15 de Novembro 3 x 0 Palmas

Palmas 0 x 1 15 de Novembro

2005
1ª fase
Palmas 0 x 1 Náutico
Náutico 3 x 1 Palmas

www.aloeporte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA