arbitragem
Arbitragem tocantinense após a realização do teste físico complementar deu uma pausa para um registro - Divulgação/FTF
arbitragem
Arbitragem tocantinense após a realização do teste físico complementar deu uma pausa para um registro – Divulgação/FTF

Dos árbitros e assistentes do Quadro Nacional da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que participaram na quarta-feira, 3, do Teste Físico Complementar, realizado na pista de atletismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), apenas Leandro Oliveira foi reprovado, devendo refazer o teste em 30 dias, em lugar determinado pela CBF, e até lá não poderá atuar em competições.

O teste denominado avaliação física verificadora teve como objetivo conferir a condição física dos árbitros e assistentes para habilitá-los para as competições de nível nacional que ainda restam neste ano.

Os árbitros foram avaliados em provas de agilidade e resistência, em testes de agilidade 7x7x7 e YoYo para árbitros centrais e CODA e Ariet pra Árbitros Assistentes.

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Fernando Gomes da Silva e Washington Sousa, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre

A imagem pode conter: Fernando Gomes da Silva e Washington Sousa, pessoas sorrindo, pessoas em pé, shorts e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, shorts, sapatos e atividades ao ar livre

 

Aprovados:

Árbitros: Alisson Furtado, Tarciso Matos e Eduardo Fernandes.

Árbitros assistentes: Fábio Pereira, Washington Monteiro, Samuel Smith, Natal Silva, Cipriano Sousa, Fernando Gomes e Alvani Nunes.

Reprovado: Leandro Oliveira

www.ftf.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA