Assim como em 2007, goleiro garante o título rubro-negro nas penalidades.


Parecia um replay de 2007, onde a história do tricampeonato começou. E antes mesmo de a bola rolar, a torcida rubro-negra já anunciava o que iria acontecer na tarde deste domingo: ”Vamos ser campeões, vamos Flamengo”, cantava confiante. Só não espera sofrer tanto. O título teve, novamente, um herói: o goleiro Bruno, que defendeu três pênaltis (um de Victor Simões no tempo normal e outros dois, de Juninho e Leandro Guerreiro, na decisão por pênaltis).


O Flamengo chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo com gols de Kleberson, mas permitiu a reação alvinegra no segundo tempo. Assim como no primeiro duelo, a partida terminou empatada por 2 a 2. Mas aí o camisa 1 rubro-negro fez a diferença na disputa por pênalti, pegou duas cobranças e o Flamengo garantiu o quinto tricampeonato de sua história ao vencer por 4 a 2.


 


Ficha técnica: 



















FLAMENGO 2 (4) x 2 (2) BOTAFOGO

Bruno; Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Ibson, Kleberson e Juan; Erick Flores (Obina) e Emerson (Josiel).

Renan; Leandro Guerreiro, Juninho e Emerson (Jean Carioca); Alessandro, Fahel, Léo Silva, Túlio Souza (Rodrigo Dantas), Eduardo e Thiaguinho (Gabriel); Victor Simões.
Técnico: Cuca.Técnico: Ney Franco.
Gols: Ronaldo Angelim aos 20; Kleberson aos 38  minutos do primeiro tempo; Juninho aos 16; Tulio Souza aos 19 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Emerson, Leandro Guerreiro, Túlio Souza (Botafogo); Willians, Ibson, Aírton, Fabio Luciano (Flamengo)


Cartão vermelho: Fábio Luciano (Flamengo).


Público presente: 84.027 pessoas


Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). 


Data: 03/05/2009.


Árbitro:  Péricles Bassols.


Auxiliares: Vagner Santos e Vinícius Almeida.

 


(Fonte:Globo.com)

DEIXE UMA RESPOSTA