Interporto bate Sparta e larga na frente na final do Tocantinense

Com gols do volante Eduardo e do atacante Antônio Flávio, o Interporto venceu o Sparta por 2 x 0, na tarde deste sábado, no Estádio General Sampaio, em Porto Nacional, e abriu boa vantagem no jogo de ida da final do Campeonato Tocantinense. A partida da volta da decisão acontecerá no próximo sábado, às 18h30, no Estádio Mirandão, em Araguaína. O time portuense poderá perder por até um gol de diferença que conquistará seu quarto título estadual. Já a equipe araguainense terá que devolver o placar de 2 x 0 para faturar seu primeiro título na elite tocantinense.

 

 

Jogo

O primeiro tempo as duas equipes tiveram boas oportunidades para marcar, mas esbararam nos goleiros Alex (Sparta) e Carlão (Interporto). Aos 24 minutos, o atacante Léo, do Sparta, fez ótima jogada na entrada da área driblando os zagueiros do Tigre e acertando um bom chute no meio do gol, mas o Carlão defendeu salvando o Interporto. Quatro minutos depois, a resposta do Tigre no cabeceio do atacante Geilson testando para o chão e o goleiro Alex fazendo milagre mandado a escanteio. Aos 34 minutos, o bom lateral-direito do Interporto Gean bateu cruzado da entrada da área e o goleiro Alex defende a escanteio.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas praticando esportes, céu, atividades ao ar livre e natureza

 

Segundo tempo

Logo aos 3 minutos, o zagueiro Paulão puxou Geilson pelo braço dentro da área e o juiz Eduardo Fernandes mesmo bem colocado deu sequência ao lance apesar da reclamação dos jogadores da casa. Um minuto depois, o meia Bruno tentou de puxeta e Alex salvou mais uma. Aos 7, o atacante Guilherme bateu de fora da área para outra bela defesa de Alex. Aos 13 minutos, o Sparta respondeu com perigo. O volante Adenísio o arriscou de fora e Carlão fez grande defesa. Aos 19 minutos, o meia China chutou cruzado e quase a zaga portuense fez contra.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu e atividades ao ar livre

Depois disso, a partida ficou mais pegada e tudo caminhava para um 0 x 0. Aos 41 minutos, o jogador Valtenis ficou livre dentro da área e chutou para fora desperdiçando a melhor chance do Sparta na partida. E um minuto depois, aos 42 minutos, até aquele momento o melhor jogador em campo, o goleiro Alex, num lance infeliz acabou saindo mal do gol e o volante Eduardo aproveitou a falha e testou para redes fazendo 1 x 0.  Não demorou muito e três minutos depois o atacante Antônio Flávio em cobrança de falta com muita categoria sacramentou a vitória portuense fazendo 2 x 0.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Equipe do Sparta antes do início da partida 

 

 Ficha Técnica

Interporto: Carlão; Gean, Felipe Barreiros, Vitor Pio e Ítalo (Elton); Eduardo, Bogé, Antônio Flávio e Bruno Moraes; Geilson (Marcos Vinícius) e Guilherme (Américo)– Técnico: Wladimir Araújo

Sparta: Alex; Marcelinho, Mineiro, Fábio Bahia, Paulão e Junior (Almir); Rael, Adenísio e China (Valtenis); Jean e Léo (Douglinha) – Técnico: Fernando Brasília

Gols: Eduardo, aos 42 do segundo tempo e Antônio Flávio, aos 45 do segundo tempo.

Árbitro: Eduardo Fernandes

Assistentes: Natal Júnior e Samuel Smith –

Quarto Árbtiro: Jânio Pires Local: General Sampaio