HINO DO PALMAS FUTEBOL E REGATAS

As equipes do Palmas e Gurupi vão decidir o título do Campeonato Tocantinense. O Palmas venceu o TEC por 1 x 0, no Estádio Ribeirão, em Tocantinópolis, na noite desta quarta-feira. Mesmo perdendo para o Interporto por 1 x 0, o Gurupi garantiu a vaga para final, já que havia vencido o jogo de ida no Resendão por 3 x 1, e na somatória dos dois jogos terminou 3 x 2. A primeira partida da final acontecerá no próximo sábado, às 16 horas, no Estádio Resendão, em Gurupi. E a decisão será na próxima quarta-feira, 20, no Estádio Nilton Santos, na Capital, às 20h15.

Mas o presidente do Palmas, Lucas Meira, disse que iria consultar o elenco e a comissão técnica para sentir deles se querem mesmo fazer o jogo final na próxima quarta-feira, 20 ou no sábado 23. E depois consultar o Gurupi também para saber se querem mudar a data do jogo final e a FTF. “Mas antes quero ouvir meu grupo. O que eles decidirem a gente corre atrás”, finalizou o presidente.

Palmas e Gurupi já garantiram para 2019 a participação na Copa Verde e Campeonato Brasileiro da Série D e agora vão lutar pela vaga da Copa do Brasil que vale R$ 500 mil.

Finais
Esta será a 10ª final que o Gurupi disputará. Anteriormente, o clube já conquistou seis títulos (1996/1997/2010/2011/2012/2016). O Camaleão do Sul foi vice-campeão (1993/2003/2013). Esta será nona final que o Palmas disputará, sendo que o Tricolor soma cinco títulos (2000/2001/2003/2004/2007) e três vices (1998/2002 e 2009).

No Estádio Ribeirão, o Palmas fez um bom jogo e jogando com inteligência envolveu os donos da casa. O gol que garantiu a classificação do Tricolor aconteceu aos 40 minutos do primeiro. O meia Jonas cobrou uma falta na área, e o atacante Diniz dividiu com a zaga e a bola sobrou para o zagueiro Cleyton mandar para as redes. Depois o TEC tentou esboçar uma reação e o Palmas soube tocar a bola e esperar o apito final para garantir a vaga na final, após oito anos.

Porto Nacional

Já em Porto Nacional, o Tigre abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo com o lateral-esquerdo Ítalo, em cobrança de falta. O time criou várias chances e teve parte do segundo tempo jogando com um jogador a mias já que o volante Leandro Bulhões (Gurupi) foi expulso, aos 25 minutos, e mesmo assim não conseguiu furar o bloqueio do Camaleão do Sul que nos últimos oito anos chegou em cinco finais e venceu quatro.

Ficha Técnica

TEC: Amaral; Buiu, Bernardo, Bernardi e Manin; Mael, Israel (Yan), Fernando e Gama (Flamel); Léo Paraíba e Frank (Jessuí). Técnico: Anaílson Brito.

Palmas: Paulo Henrique; Tenente, Edson, Cleiton e Almir; Pierre, Léo, Wesley Cabeludo (Emerson) e Jonas (Chaverinho); Diniz (Nikson) e Anderson. Técnico: Souza.

Árbitro: Jânio Pires

Assistentes: Fábio Pereira e Washington Monteiro

Quarto árbitro: Laelton Martins

Local: Ribeirão –

Cartões amarelos: Wesley Cabeludo, Almir; Manin

Vermelho: Léo Paraíba (TEC), 44 do segundo tempo

Gol: Cleyton, aos 40 minutos

Renda: R$ 7.340,00

Público:707 não pagante 25 – Total:732

www.aloesporte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA