Estádio Nilton Santos, às 16 horas. Esse é o cenário e o horário da definição do finalista da Capital do Estadual 2009. O Palmas, que já foi cinco vezes campeão, tem a vantagem de poder empatar hoje contra o Tubarão para se garantir em mais uma decisão de campeonato. Já o time que representa a região dos jardins Aurenys precisa vencer por dois gols de diferença. Vitória do Tubarão por apenas um gol leva a disputa da vaga para os pênaltis.


Ontem à tarde, os técnicos comandaram os últimos treinos da equipe antes da semifinal. A tendência é que ambas equipes mantenham o esquema 4-3-3, utilizado na primeira semifinal no sábado da semana passada. Na ocasião, um golaço de Éder, em lindo chute de fora da área, garantiu o placar de 1 x 0 e colocou o Tricolor em vantagem.


Para o técnico do Palmas, Roberto Oliveira, a vantagem conquistada no primeiro jogo foi importante, porém é ”pequena”. Segundo ele, o Tubarão é um time muito qualificado e continua sendo ”o favorito” na disputa. O treinador assegurou que a sua equipe não adotará qualquer postura mais defensiva por causa da possibilidade de poder empatar para se classificar. A dúvida de Oliveira está no ataque – Demi ou Buiú.


Já o técnico do Tubarão, Tomaz Abreu, não quis antecipar a escalação. ”Não vou divulgar a escalação antes”, ressaltou. Para ele, o Tubarão precisa aproveitar as oportunidades de gol que criar. Além disso, ele pediu que o time tivesse atenção na marcação. Sem Niltinho suspenso, o ataque deve ser formado com Israel, Joazinho e Jocion.


O Tubarão tem mais dois desfalques que receberam o terceira cartão amarelo: Renan e Leonardo.


Rivalidade
A partida de hoje, além de carregar a rivalidade entre as torcidas (a do Tubarão vem comparecendo em maior número) também traz um ingrediente extra que envolve os atletas: é o quarto jogo seguido entre os times – nas quartas-de-final o Tubarão superou o Palmas no mata-mata, mas, com sorte, o Tricolor se classificou pelo melhor índice técnico entre os perdedores.


Saiba mais
Confronto
Até agora, Palmas e Tubarão já se enfrentaram sete vezes. O Tubarão só conseguiu uma vitória, que foi neste ano, no primeiro jogo das quartas-de-final. A partida foi vencida por 1 x 0. Portanto, o time nunca conseguiu derrotar o rival por dois gols de diferença, placar necessário hoje.
 
Ficha técnica
Palmas:
Santos, Valença, Leandrinho, Eberson e Leandro César; Rogério, Valdo e Éder; Demi (Buiú), Lucca e Aurismar. Técnico: Roberto Oliveira
Tubarão: Leandro, Rafeal, Araújo, Frasão e Juliano; Urânio, Doriva e Maílson (Joazinho); Israel, Jocion e Joazinho (Max). Técnico: Tomaz Abreu
Árbitro: Jânio Pires Estádio: Nilton Santos Horário: 16 horas Ingresso: R$ 10,00 (meia R$ 5,00)
 


(Fonte:Jornal do Tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA