São Paulo e Cruzeiro, rivais nas quartas-de-final da Libertadores, voltam a se encontrar neste domingo às 16h, no Morumbi. Depois da vitória da Raposa na última quarta, pela competição sul-americana (2 a 1, no Mineirão), o duelo agora vale pelo Campeonato Brasileiro.


O Tricolor tenta quabrar um incômodo jejum. O atual tricampeão brasileiro ainda não venceu no campeonato deste ano. Já a Raposa, embalada pela vitória na Liberta, está em quarto lugar no Brasileirão.


E não é somente no Brasileiro que o São Paulo vive mau momento. O time já está sem vencer há seis partidas, e depois de vários problemas de lesões de elenco, o técnico Muricy Ramalho poderá contar com praticamente todos os titulares. Até o zagueiro Miranda, convocado para a Seleção Brasileira, deve estar em campo. O volante Richarlyson, suspenso, e o goleiro Rogério Ceni, ainda se recuperando de cirurgia, são os desfalques.


No Cruzeiro, uma despedida: o meia Ramires, também convocado por Dunga, deve fazer sua última partida pela Raposa. O jogador, que defenderá o Brasil nas Eliminatórias e na Copa das Confrederações, foi vendido ao Benfica (POR).


Apesar da importância dos duelos pela Libertadores, o meia Jorge Wagner, do Sampa, prefere ”esquecer” da competição sul-americana e se concentrar no Brasileiro:


– Agora, o nosso pensamento volta para o Campeonato Brasileiro. Precisamos pontuar, pois já têm várias equipes despontando na ponta da tabela e não podemos vacilar.


Depois de quebrar, na última quarta, a marca de cinco anos sem vencer o São Paulo, o Cruzeiro entra em campo agora com uma nova motivação. A escrita da vez é terminar com o jejum contra o Tricolor no Morumbi.


Jogando no território inimigo, o último triunfo celeste foi em 2003. O camisa 10 Alex e o atacante Deivid, três vezes, marcaram os gols e a Raposa venceu por 4 a 2. A curiosidade é que, na ocasião, o Gladiador Kléber estava do lado paulista.


– O time de 2003 do Cruzeiro era praticamente imbatível. Perdemos feio no Mineirão e tomamos um passeio no Morumbi também – elogia o atacante Kléber, agora, do lado azul do confronto.


O Gladiador deverá ter um novo parceiro no ataque. Thiago Ribeiro se lesionou no confronto pela Libertadores e desfalcará o time por um mês. Wellington Paulista e Zé Carlos, autor do gol da vitória na quarta-feira passada, lutam pela vaga.


FICHA TÉCNICA:
Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 31/5/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro
: Evandro Rogério Roman – PR(FIFA)
Auxiliares: Marcia Bezerra Lopes Caetano/RO(FIFA ) / Gilson Bento Coutinho/PR
São Paulo: Denis, Zé Luis, André Dias, Miranda e Richarlyson; Eduardo Costa, Jean, Hernanes e Jorge wagner; Dagoberto e Washington (Borges) – Técnico: Muricy Ramalho
Cruzeiro: Fábio, Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva e Gerson Magrão; Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná e Ramires; Wellington Paulista (Zé Carlos) e Kléber – Técnico: Adilson Batista


 


(Fonte:Lancenet)

DEIXE UMA RESPOSTA