Tocantinense Felipe Fraga vence a Corrida do Milhão da Stock Car

Felipe Fraga com o "checão" de R$ 1 milhão após vitória na Stock Car (Foto: Fernanda Freixosa / Divulgação)
Felipe Fraga com o "checão" de R$ 1 milhão após vitória na Stock Car (Foto: Fernanda Freixosa / Divulgação)
Felipe Fraga com o “checão” de R$ 1 milhão após vitória na Stock Car (Foto: Fernanda Freixosa / Divulgação)

felipe-fraga-com-o-checao-de-1-milhaoFelipe Fraga foi o grande vencedor da Corrida do Milhão 2016 da Stock Car. O piloto da Cimed Racing assumiu a ponta logo no começo da prova e manteve a posição até o final. O pole Rubens Barrichello terminou em segundo e o paraibano Valdeno Brito completou o pódio. Max Wilson e Allam Khodair fecharam as cinco primeiras posições.

O jovem talento da Stock Car soma agora 166 pontos, em situação tranquila para buscar seu primeiro título na categoria. A segunda posição na classificação geral agora pertence a Max Wilson, com 130. Marcos Gomes, que não somou pontos porque abandonou neste domingo, caiu para o terceiro lugar, com 112. Barrichello deu um salto na tabela, passando do 7º para o 3º posto, com 124 pontos.

 

QUEM É FELIPE FRAGA

Cacá Bueno

Felipe Fraga começou a carreira em 2001, aos seis anos de idade, no kart. Após diversos títulos na categoria, ganhou o Super Karts USA SKUSA em Las Vegas, e foi penta campeão brasileiro, com cinco títulos consecutivos (2005, 2006, 2007, 2008 e 2009). Em 2010, ganhou a Seletiva Petrobras de Kart e foi Campeão da Copa do Brasil de Kart, quando também recebeu o 4º Capacete de Ouro na categoria Novos Talentos. Em 2014 estreou na Stock Car, garantindo sua primeira vitória na categoria logo na prova de abertura da temporada, em São Paulo. No mesmo ano, em Brasília, Fraga marcou sua primeira pole position. As duas marcas garantiram o nome do piloto de Tocantins na história da categoria, ao ser o mais jovem a vencer uma prova e também o mais jovem a marcar uma pole positoin na categoria, aos 18 anos. (Fonte:Stock Car)

1-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 1min40s285
2-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 0s411
3-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) – 5s180
4-)65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 10s972
5-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – 11s732
6-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) – 14s078
7-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – 18s585
😎 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – 22s508
9-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – 24s367
10-) 46 Vitor Genz Eisenbahn (Racing Team) – 38s496
11-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – 38s542
12-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – 43s129
13-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – 44s248
14-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 50s220
15-) 56 Danilo Dirani (RZ Motorsport) – 51s136
16-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – 53s831
17-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 1 volta
18-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 2 voltas
19-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – a 2 Voltas
20-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) – a 2 Voltas
21-) 11 Cesar Ramos (RZ Motorsport) – a 5 Voltas
22-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – a 6 Voltas
23-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) – a 6 Voltas
24-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – a 16 Voltas
25-) 9 Guga Lima (TMG Racing) – a 24 Voltas
26-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – a 24 Voltas
27-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – a 25 Voltas
28-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – a 27 Voltas
29-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – excluído