Milena Muralha segue treinando firme para as competições de 2019
Integrante da Seleção Brasileira há três anos, Milena Muralha segue treinando firme para as competições de 2019 – Fotos: Divulgação

Em busca de permanecer integrando a Seleção Brasileira de Karatê, a karateca palmense Millela Muralha, disputa no final deste mês de março, dia 31, em Brasília (DF), a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Karatê, que vale participar da Seletiva Nacional e tentar defender a vaga na Seleção Brasileira da modalidade. Milena lutará na categoria Sub-21 68kg faixa roxa a preta.

A jovem atleta já faz parte da Seleção Brasileira de Karatê há cerca de três anos, e fala com exclusividade ao Site Alôesporte – www.aloesporte.com.br – sobre sua carreira. Como tudo começou e onde Muralha pretende chegar. Confira abaixo trechos da entrevista.

Quanto tempo faz parte da Seleção Brasileira?
MM Eu estou há três anos na Seleção Brasileira (única atleta do Tocantins), e pretendo estar por mais um ano. Estou treinando muito firme, com novas parcerias, com acompanhamento adequado, com tudo ocorrendo como o planejado. Tenho certeza que a vaga na Seleção virá.

Quanto tempo você está praticando Karatê?
MM
Há cerca de dez anos.

Quando pintou o interesse pela modalidade?
M
M – Eu estudava em uma Escola de Tempo Integral da Capital, e lá tinha o karatê como disciplina. Acabei me interessando pela modalidade e desde então nunca parei.

Você já conquistou vários títulos. Tem na cabeça o número de troféus que coleciona?
MM –
Eu já perdi as contas de quantas medalhas/troféus eu conquistei (rsrs). Posso destacar os títulos internacionais que conquistei em 2016 (Open Internacional Tsuru Kai) e em 2018 (2° Lugar Sul-Americano e 5° Lugar Pan-Americano).

Tem algum mais importante?
MM
Sem dúvida, a medalha de Prata no Sul-Americano do ano passado (2018) é a minha maior conquista até hoje. O começo de 2018 foi um período turbulento, tive mudanças de técnicos e tudo isso influencia muito na preparação de um atleta. Quando eu fui passando de luta em luta e cheguei à final, já não acreditava naquele feito. Nunca um atleta tocantinense chegou tão longe, mas eu não pararei por aí, vou em busca de mais títulos inéditos.

O que marcou sua carreira até hoje?
MM –
Minha primeira convocação foi em 2016. A sensação foi inexplicável. Lembro-me como se fosse hoje, eu não conseguia acreditar, estava fazendo história no Tocantins.

Pela Seleção Brasileira você já conheceu alguns países. De qual você mais gostou?
MM – Pela Seleção Brasileira eu já conheci vários países. O que eu mais gostei foi a Argentina. Com certeza é um lugar lindo, e o que me chamou a atenção foi realmente a cultura deles.

Quem são seus parceiros nesta caminhada em sua carreira de karateca?
MM
Todos sabemos que a vida de atleta não é fácil, a começar pela busca por patrocínio. Meu primeiro apoiador foi o Quartetto Supermercados. Logo após veio a loja A Caiçara Caça e Pesca. Quando eu consegui a convocação para a Seleção Brasileira, pude contar também com as empresas Brumed-Medicina e Engenharia do Trabalho, Palmas Cell Express, VCM Corretora e Arte e Ponto Confecções. Neste ano de 2018 consegui firmar parcerias com 4 dessas empresas por mais um ano (Brumed, A Caiçara, Quartetto e Palmas Cell), e conto com mais 4 apoiadores: Suprafarma, Nutricionista Larissa Keller, Personal Trainer Kalil e Lúcia Vilela.
Eu sou muito grata a cada um que me apoiou no decorrer da minha carreira, pois é gratificante eu dar o meu melhor para representá-los da melhor forma possível.

Qual o objetivo final seu. Aonde você quer chegar. E o que vai ser preciso para isso?
MM
Acredito que o objetivo final de qualquer atleta é o pódio mundial e olímpico, e o meu não é diferente. Tenho certeza que chegarei lá em algum momento, pois não desistirei até atingir e para isso, preciso do apoio que já venho tendo e vou buscar ainda mais, e o mais importante, precisarei de disciplina.

Divulgação

Assim como vem acompanhando nos últimos 11 anos de existência do Site Alôesporte, as carreiras dos pilotos Felipe Fraga e João Vieira, da triatleta Giovana Lacerda, os judocas Jonas Irwyng e Ennilara Lisboa, entre tantos atletas, o portal sempre divulgou o trabalho da karateca Milena Muralha desde que ela surgiu no esporte. E a missão do Site Alôesporte é exatamente esse de poder “abrir as portas” destes atletas para o Brasil e o Mundo, por meio de sua divulgação. “Quem não é visto, não é lembrado”.

Milena Muralha representar o Tocantins no DF â?? Foto: Kennedy do Carmo

Perfil
Nome:
Millena Karen Rodrigues Feitosa (Muralha
Idade: 20 anos
Escolaridade: Educação Física-IFTO (Cursando)
Naturalidade: Palmas
Titulos:
1°Colocada ranking nacional 2018
20°Colocada ranking mundial 2018
Vice-campeã Sul-Americana 2018
5°Lugar Pan-Americano 2018
Campeã Open Internacional Tsuru Kai
Vice-campeã brasileira
Penta Deca Campeã Estadual
Tricampeã das Olimpíadas escolares

ENTREVISTA NA CBN

https://www.cbntocantins.com.br/cmlink/cbnto/programas/cbn_esportes/CBNEsportes.cbnto.pro

www.aloesporte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here