Cartaz com a programação da segunda edição dos Jogos Inclusivos de Palmas
Vem aí neste final de semana, a segunda edição dos Jogos Inclusivos de Palmas - Divulgação

Idealizado pelo Instituto Reviver, acontece nesta sexta-feira (22) e sábado (23), a segunda edição dos Jogos Inclusivos de Palmas. A informação foi repassada pela presidente do Instituto Reviver, Soraia Tomaz.

Na sexta-feira, abertura da competição acontecerá às 17 horas, na Faculdade Objetivo Fapal, na 402 Sul Avenida NS B – Plano Diretor Sul, Palmas, com a realização da Classificação Funcional.

Segundo Soraia Tomaz, a classificação funcional existe durante a competição para equiparar os paratletas com limitações e deficiência para que o evento não fique tão desigual. Segundo ela, a pessoa que tem deficiência intelectual tem a classe 20. Já o paratleta dependendo da amputação terá outra classe de classificação. “Isso se faz para eles possam competir a nível nacional e a competição fique mais justa de acordo com sua lesão, amputação ou deficiência”, explicou a presidente.

Programação
Neste sábado, 23, o evento será disputado na pista da UFT (atletismo e ciclismo), a partir das 7 horas. Já no Colégio CEM Tiradentes, a partir das 10 horas serão realizadas as provas de parabadminton, tênis de mesa em cadeiras de roda, takkyu vôlei e bocha adaptada. No Complexo Esportivo da Ulbra, a partir das 14 horas acontecem as modalidades de capoeira, tênis, basquetebol em cadeiras de rodas, premiação e encerramento da competição.

Presidente
A presidente do Instituto Reviver, Soraia Tomaz, disse que pensando na necessidade de desenvolver um projeto maior voltado para a clientela de Pessoas com Deficiência (PcDs), o Instituto Reviver realiza a segunda edição dos Jogos Inclusivos de Palmas, que é constituído de competições paradesportivas e inclusivas além de recreativas. Os participantes que atingirem os melhores índices terão a oportunidade de participar do Circuito Nacional que será realizado em Uberlândia (MG), no período de 28 a 31 de março de 2019.

O evento tem ainda por objetivo, incentivar e popularizar a prática de atividade física para pessoas com deficiência, reunir atletas dos diversos municípios praticantes, estimulando o intercâmbio social, a prática esportiva, a estruturação das modalidades no município e no estado do Tocantins. “A conscientização da sociedade sobre o potencial desportivo da Pessoa com Deficiência, servirá também como uma forma de divulgar as lutas por inclusão social pois muito há que se fazer para trazermos igualdade para todos os cidadãos”, finalizou a presidente.

www.aloesporte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here