Sensei Oto Sabino, responsável pela Associação Judô Kodokan, que é uma ONG - Divulgação

Afastar os jovens das drogas, por meio do ensinamento do judô. Esse é o foco do sensei Oto Sabino, responsável pela Associação Judô Kodokan, que é uma ONG de Paraíso, e que agora está se expandido por outras cidades do Tocantins como Palmas e futuramente para o interior.

Segundo ele, hoje o projeto está sendo apresentado dentro Universidade Federal do Tocantins (UFT), de forma gratuita, para os universitários, professores e comunidade em geral. “Nosso foco é ensinar judô e valores que afastam das drogas e do mal caminho”, ressaltou o sensei. Além da UFT, em Palmas, o projeto ocorre também na 103 Sul, no CT Scam.

Segundo Oto Sabino, o projeto social começou em Paraíso, há cerca de dez anos com o objetivo de ensinar a modalidade aos jovens e a comunidade em geral. Sabino faz questão de ressaltar que o trabalho é dividido também com os professores, kasuo, Sensei Paulo, Prof. Thiago e Prof. Aline.

Palmas
De acordo com o sensei em Palmas, a ONG Judô Kodokan iniciou seus trabalhos em julho do ano passado no Campus da UFT, de segunda à sexta-feira, sempre às 20 horas.

www.aloesporte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA