O Tocantins já tem o que comemorar no Rali Internacional dos Sertões. É que o piloto palmense André Siqueira foi o campeão do Rali Experience nas motos. Esta nova modalidade foi criada este ano para pilotos que correm pela primeira vez no Rali dos Sertões, categoria livre, cumprindo o prólogo e as três primeiras etapas. Os novatos puderam sentir na pele as emoções do maior rali das Américas, completando 1171 quilômetros ? 668 deles de etapas cronometradas.


Siqueira
André Siqueira terminou em primeiro seguido do carioca Guilherme Benchimol, do goiano Marcos dos Santos, em terceiro lugar. Siqueira destacou o companheirismo e competência da equipe de apoio. Segundo ele, o piloto deve estar preparado fisicamente porque a etapa é difícil. O Experience finalizou a prova no último dia 21, com festa de premiação na cidade de Porangatu.


Matheus
Na prova principal do Rali dos Sertões, o primeiro tocantinense a chegar em Palmas, na quinta etapa foi o piloto Matheus Sales. Ele disse que teve problemas, e que o dia mais difícil com certeza foi o de sábado, considerado a especial mais dura, com muitas pedras. ?Tivemos que rodar mil quilômetros sem manutenção. ?Estou em terceiro em minha categoria, e a idéia é completar chegando com um bom resultado?. Sales destaca que o objetivo é Campeonato Brasileiro, que ele lidera após três etapas com 100 pontos. Já a piloto Mariêta Moraes chegou em oitavo lugar em sua categoria. Segundo ela, o começo da prova foi muito tenso, onde os pilotos ficam ansiosos com o desenrolar da prova e com o equipamento.


Outro tocantinense Eduardo Avelar (Xuxu), teve problemas com a torre, ficou sem navegação, quebrou o rolamento da roda traseira e com isso teve que andar a 50 quilômetros por hora. Já o piloto Jorcênio Magalhães, está fora do rali, pois teve duas penalizações ?forfeta? aplicadas na segunda e na terceira etapa, e não largou na quarta.


Palmas
O quinto dia do rali reservou um vencedor inédito no Sertões: o espanhol Marc Coma ganhou pela primeira vez. O piloto da KTM precisou de 1h44min57 para cruzar o trecho cronometrado.


Balsas
O sexto dia de prova do Rali dos Sertões foi o mais longo de toda a história do rali. Com um total de 682 quilômetros, sendo 146 de deslocamento e 536 quilômetros de especial, os primeiros pilotos deixaram Palmas às 7 horas, partindo para um percurso longo que passou pelo entorno do Jalapão, um dos locais mais remotos do país, e com cerca de mais de seis horas para término. Nas motos quem largou na frente foi Cyril Despres, seguido por Zé Hélio e Marc Coma. Mas quem terminou a prova em primeiro foi Rubem Faria, às 13h29, com o tempo extra-oficial de 6h14min17. Zé Hélio se recuperou, após ser ultrapassado por Coma, e chegou com 6h22min45. Cyril Despres, com 6h35min50, David Casteau, com 6h42min59.


Final do Experience 
Motos

1º André Siqueira (Suzuki) –
2º Guilherme Benchimol (KTM) –
3º Marcos dos Santos (Suzuki) –
Etapa – Palmas/BalsasMotos
1º Zé Hélio
2º Cyril Despres
3º David Casteau
4º Rubem Faria
Tocantinenses
31º Matheus Sales
33º Eduardo Avelar (Xuxu)
47º Mariêta Moraes
 


(Fonte: Jornal do Tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here