Tom Pacheco no lugar mais alto do pódio
Tom Pacheco no lugar mais alto do pódio durante a Copa São Paulo de Judô - Fotos: Divulgação

O presidente da Federação de Judô do Estado do Tocantins (Fejet), e também judoca, Tom Pacheco, sagrou-se campeão na categoria 50/55 anos durante a primeira fase da 12ª edição da Copa São Paulo de Judô 2019, que aconteceu no último final de semana, no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). O evento reuniu 2.538 judocas das classes Sub-11, Sub-13, Sub- 15, Sub-18, Sub-21 e Sênior. A competição aconteceu em dois finais de semana e foi classificatória para o Campeonato Brasileiro da Região V e para o Combat Games.

Campeão
Tom Pacheco foi campeão na categoria 50/55 anos lutando contra 13 judocas, Já o outro representante do Tocantins na competição, Clayton Souza subiu ao pódio conquistando a medalha de bronze.

Estados
Participaram desta primeira fase do certame agremiações vindas do Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e São Paulo.

Professor Chico cumprimenta Tom Pacheco

Autoridades prestigiam a competição
A cerimônia de abertura contou com a presença de autoridades políticas e esportivas, entre as quais Alessandro Panitz Puglia, presidente da FPJudô; Aildo Rodrigues Ferreira, secretário de Esportes do Estado de São Paulo; Francisco de Carvalho Filho, presidente de honra da FPJudô; Rogério Sampaio, campeão olímpico e diretor-geral do Comitê Olímpico do Brasil; Alex Mognon, secretário de Esportes de São Bernardo do Campo; Arnaldo Luiz de Queiroz Pereira, diretor de esportes olímpicos e formação do Esporte Clube Pinheiros; Beto do Social, vereador de São Paulo (PSDB); Sérgio Pessoa, técnico da seleção de base do Canadá; os medalhistas olímpicos Douglas Vieira, Henrique Guimarães, Carlos Honorato e Tiago Camilo, presidente da Comissão de Atletas do COB; José Jantália, vice-presidente da FPJudô; Joji Shiba Kimura, coordenador técnico da FPJudô; Takeshi Yokoti, coordenador de árbitros da FPJudô; Edison Minakawa, gestor nacional de arbitragem da CBJ; Adib Bittar, coordenador financeiro da FPJudô; Takanori Sekine, presidente do Instituto Kodokan do Brasil; membros da diretoria da Ajinomoto do Brasil, a nova apoiadora do judô paulista (Toshiyuki Mochizuki, diretor vice-presidente, Seiji Takagi, diretor de operações, Yutaka Tsunoda, gerente de planejamento estratégico, Shimpei Ashina, gerente do depto. de Aminoscience); delegados regionais e dezenas de professores kodanshas paulistas. (Com http://revistabudo.com.br/com)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here